DELEGADOS E POLICIAIS DE SÃO PAULO TIRARAM À FORÇA A ROUPA DE UMA COLEGA

24/02/2011 14:56
 
O debate sobre a validade ou não do crime cometido, se a policial de fato o cometeu, realmente se torna menor do que o crime cometido pelos policiais que a obrigaram a uma flagrante violência para confessá-lo.
ESSE É O TIPO DE LEI E DE TRATAMENTO QUE TEMOS, APESAR DE RECONHECIDAMENTE, HAVER OUTROS MEIOS PREVISTOS E QUE NÃO FORAM ATENDIDOS. POR QUÊ? A resposta a isso é que poderá indicar uma condenação.
Vale a tortura, vale a humilhação, VALE TUDO!! Costumo lembrar que, de acordo com estudiosos do assunto, na história brasileira para a manutenção da ordem e do status quo, temos uma forte cultura da violência de herança portuguesa.
Para o caso em questão, ainda que houvesse mulheres presentes na sala e que estas pudessem realizar a revista à policial que estava sendo ACUSADA – portanto, não poderia ser julgada, ainda -  não foram sequer solicitadas pelas autoridades ali presentes. Ninguém, nem mesmo quem poderia refutar a ação de abuso de poder de quem insistiu em revistá-la não o fez.
Todos sairam perdendo. As mulheres que ali estavam presentes, foram, provavelmente, deixadas de lado por não representarem o Estado tanto quanto os homens? Poderiam elas sucumbir a favor da companheira em apuros, ainda que não houvesse provas que ela teria aceitado propina? O Estado, portanto é APENAS provido de homens e só a eles cabe uma revista, ainda que sob os olhares de câmeras e sem nenhum pudor – vejam que a policial é moça bonita e provavelmente despertaria a sanha dos machos de plantão?
Estranho pensar que existam leis que garantem direitos fundamentais @s cidad@s comuns, quando dentro de corporações ou delegacias esses direitos são rasgados da forma como as imagens foram exibidas.
É de arrepiar. Pra não dizer mais.
 
"O Jornal da Band mostra nesta sexta-feira um caso de humilhação, no qual delegados e policiais de São Paulo tiraram à força a roupa de uma colega, em busca de provas que supostamente a incriminariam. O fato aconteceu no 25° Distrito Policial em Parelheiros, zona sul de São Paulo."
 obs.: Para acessar o vídeo, clique no linque abaixo e digite no campo de busca o dia 18/02/2011, ou entre com alguma palavra chave.

 http://videos.band.com.br/v_87645_exclusivo_policial_e_deixada_nua_e_revistada_a_forca.htm